Skip to content

TSA INOVA COM SOLUÇÃO DE PREDIÇÃO DE FALHA DE TRANSPORTADORES DE CORREIA

Os transportadores de correia são de extrema relevância para o processo produtivo mineral. Eles viabilizam o rápido transporte de grandes volumes de produtos em grandes distâncias à um custo relativo baixo, de maneira ambientalmente limpa e com baixíssimo risco aos trabalhadores quando comparado a outros modelos de transporte.

Transportador de Correia Aéreo instalado na maior mina de minério a céu aberto do mundo


A manutenção preditiva para estes equipamentos de transporte tem sua importância aumentada a cada dia, para assim garantir sua máxima eficiência e maximizar seu tempo de disponibilidade. A TSA já vem trabalhando em soluções de predição de falhas em rolos de Transportadores de Correia em parceria com a Australiana Vayeron (confira esta matéria em https://tsaengenharia.com.br/monitoramento-de-falhas-em-rolos-de-tcs/) .

Rolos de um Transportador de Correias instalado em um túnel de 4 quilômetros


Na busca da melhoria e desenvolvimento contínuo, a TSA está desenvolvendo um equipamento robotizado para executar a troca de rolos em Transportadores de Correia remotamente. A solução será controlada e integrada ao Sistema de Monitoramento de Falas em Rolos.

Atualmente, a troca de rolos é feita de forma manual. Assim, os trabalhadores ficam expostos a vários riscos de segurança, como problemas ergonômicos, prensamento, quedas e até mesmo à espaços confinados no caso dos transportadores instalados em túneis.

O equipamento desenvolvido pela TSA está sendo dimensionado para atuar em quaisquer tipos de Transportadores de Correia, sejam eles elevados, em túneis ou em nível. Sua construção foi conceitualizada em forma modular, de forma a evitar e minimizar quaisquer alterações estruturais nos Transportadores de Correia existentes no site, reduzindo assim os custos de implantação.
Sua construção foi conceitualiza em módulos, podendo ser empenhados no campo de acordo com o transportador onde serão realizadas as trocas. Em resumo, o equipamento completo contará com pelo menos 3 módulos:

– Módulo de troca – esta parte do equipamento é responsável pela tração em cima da correia, ancoragem e elevação da correia para liberação de espaço entre a correia e o rolo, e o principal, o posicionamento do manipulador robotizado especialmente desenvolvido para esta aplicação.
– Módulo almoxarifado – esta parte do equipamento conterá os espaços de carregamento de rolos novos e rolos usados.
– Módulo de força e suporte – esta última parte do equipamento é responsável pelo fornecimento de energia elétrica, pneumática e ou hidráulica. Além de transportar todos os equipamentos de automação para garantir o pleno funcionamento de todos os módulos, como central de processamento, transmissão de dados e imagens para a estação de controle remoto.

Esquema simplificado do Módulo de Troca


Sua operação será realizada de forma remota controlada, tendo o operador todas as informações de status do equipamento, sua posição, imagens em tempo real de todos os módulos, da troca do rolo e de seu entorno.
Por se tratar de um equipamento móvel, todos os módulos contarão com sensores em seu entorno para garantir que ninguém que adentre em seu raio de ação corra nenhum risco de acidentes. Estes sensores, além de intertravar o equipamento, serão capazes de enviar alertas ao operador e sinalizar às pessoas próximas através de alertas luminosos, sonoros e até mesmo alertas de voz transmitidos diretamente pelo operador. Garantindo assim a segurança
de toda a operação. Mais uma inovação TSA em breve à disposição!
Confira outros textos em nosso blog e para mais informações entre em contato:

Tel: +55 (031) 3055-5000  

Tel: +55 (031) 99104-2793

comercial@tsaengenharia.com.br